Hoje, 22 de abril, a APFN celebra o seu 20º aniversário

 

Mensagem sobre o 20º aniversário da APFN – 22 de abril de 2019

Parabéns APFN!

Com alegria e amizade, felicitamos a APFN neste seu 20º aniversário, saudando todos os sócios da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, hoje bem conhecida em Portugal e entre os seus pares europeus, e enviamos um abraço apertado em especial a todos quantos nos seus Corpos Sociais continuam a garantir este trabalho, sempre inacabado, com dedicação, generosidade e determinação.

Com satisfação, algum espanto e humildade, olhamos para trás e verificamos como um punhado de famílias e amigos, conseguiu unir-se em torno de uma missão, e levados por um sonho comum – defender a justa causa das Famílias Numerosas de que então ninguém falava! – contribuiu de forma decisiva para colocar na agenda política o tema do “Inverno demográfico” e do papel fundamental das Famílias Numerosas na luta contra as suas nefastas consequências que já então se adivinhavam e de que só a APFN falava.

Com saudade e gratidão, recordamos em particular os primeiros e mais ativos, de entre os mais de 100 fundadores – alguns dos quais registamos com muita pena que já não estão entre nós, aqui na terra! – mas por um imperioso dever de justiça, evocamos a Pessoa do nosso saudoso 1º Presidente, Eng.º Fernando Ribeiro e Castro – inesquecível pela sua Alegria, Força, Coragem, Inteligência, Dedicação e Generosidade! – que juntamente com sua mulher Leonor, e seus 13 filhos, tanto fez e fizeram por esta Associação e por isso aqui merece e merecem ser recordados  todas as vezes que se falar de Famílias Numerosas em Portugal.

20 Anos são passados, de muito idealismo, convicção e trabalho árduo, voluntário e perseverante, realizado quantas vezes em tempo roubado ao justo descanso, em horário pós-laboral e em férias, noite e dia, um trabalho feito de pequenas e grandes conquistas, obstáculos e vitórias, encontros e desencontros, compreensões e incompreensões, palavras e gestos de apoio e encorajamento, mas também por vezes de ironia e descrença…

Foram dias, meses e anos de reuniões e viagens, por todo o país e também lá fora, sempre pagas do bolso de cada família, para acender velas de esperança, lançar sementes de novos núcleos, sempre a aprender com outras associações mais experientes (Obrigada, querida Dra. Elina Neves, por nos ter trazido a primeira notícia e estatutos da Associação das Famílias Numerosas da Hungria!) e a ensinar, acordando consciências, mobilizando pessoas, famílias, académicos e autoridades deste país, numa imensa corrente de solidariedade.

20 Anos de Missão, alertando os mais distraídos e desinteressados, assim como os detentores de poder, para a importância de defender a cultura europeia de raiz judaico-cristã, enquanto é tempo, divulgando e vivendo os valores inalienáveis da Civilização da Vida e do Amor, da família natural resultante e baseada no amor entre um homem e uma mulher, com direitos e deveres; casais que com liberdade e responsabilidade, sem medo de compromissos, estão abertos à vida e desejam ter filhos e educá-los livremente nas crenças e valores em que acreditam; famílias, pequenas e grandes, que defendem a solidariedade intergeracional, respeitam a vida desde a conceção até à morte natural, e propõem que os direitos das famílias, numerosas ou não, sejam um objeto prioritário das políticas sociais, para garantir tratamento justo de melhor conciliação família – trabalho e condições de vida-trabalho, habitação, alimentação, educação, tarifas de água, eletricidade e gás, acesso à cultura, – que respeitem a dignidade de todas as famílias, em especial das mais numerosas e carenciadas.

Obrigada a todos os amigos que aqui não podem ser nomeados, mas que tanto fizeram desde a primeira hora, e fazem, para que Portugal seja um país mais feliz para todos, porque mais justo, mais coeso, e mais atento às soluções concretas propostas pela APFN para os problemas reais das famílias!

A APFN está de parabéns, bem como toda a sua Direção, a sua incansável Secretária-Geral, Ana Cid, e toda a sua equipa de trabalho! Longa vida e fidelidade à sua Missão, são os desejos do coração, à sempre jovem Associação Portuguesa de Famílias Numerosas!

E que possa continuar a deixar sempre um rasto de bem!

Fátima e Henrique Alexandre da Fonseca
(sócios cofundadores da APFN)

Sobre a APFN – Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

A APFN foi formalmente constituída em 1999 e integra famílias com três ou mais filhos. Acredita e defende os valores da família, contando atualmente com mais de 17.000 associados. A APFN pretende, com a sua atividade, mudar as mentalidades e as políticas relativamente à família e transformar o atual cenário de inverno demográfico que se não for alterado continuará a conduzir à insustentabilidade económica e social do país. A APFN acredita na família como a solução do futuro e enquanto resposta histórica em todos os momentos de crise. Está convicta que o país precisa de mais crianças e jovens, mas também precisa que essas crianças e jovens possuam as competências suficientes para enfrentar os desafios do Futuro. O lema da APFN é apostar na família é construir o Futuro.

Imagem de kai kalhh por Pixabay