Definições muito interessantes e cheias de humor!

A               

Adolescente: meninote ou meninota que age como um bebé quando é tratado com um adulto.
Abundância: é o curto espaço de felicidade que existe entre o último ordenado e a primeira factura de reparações.
Advogado: alguém desejoso de gastar cada tostão nosso para provar que tem razão. (Bill Lyon)
Amanhã: lugar em que podemos depositar todas as coisas que devíamos ter feito ontem.
Ascensor: um moderno engenho do proprietário para elevar a renda ao inquilino.

B

Burro: cavalo que reprovou no exame.
Bofetada: uma carícia em alta velocidade.
Balança da casa de banho: um aparelho que serve para medir a força de vontade. (José M. Calvillo Torices)
Burocracia: a arte de fazer do possível impossível. (Javier Pascual Salcedo)

C

Carácter: é aquilo que está disposto a fazer quando os holofotes foram desligados, os aplausos terminaram e ninguém está à sua volta para lhe dar importância.
Cérebro: mecanismo com o qual nós pensamos pensar. (Ambrose Bierce)
Contrato pré-nupcial: um “sim” com um asterisco.
Cobarde: é aquele que, em caso de perigo, pensa com as pernas.

D

Diplomata: é aquele que consegue convencer a sua mulher de que um casaco de peles a faz parecer mais gorda.
Dicionário: celeiro do idioma. (Pablo Neruda)

E

Economista: alguém que não tem personalidade para ser contabilista. (Robert Reich)
Erva daninha: planta que consegue dominar todas as artes de sobrevivência, excepto a de crescer em filas.
Especialista: uma pessoa que pode não ter todas as respostas, mas que tem a certeza de as poder arranjar com um financiamento adequado. (Ivern Ball)
Esperança: fruição antecipada do futuro. (Cardeal Eduardo Pirónio)

F

Família: grupo de pessoas que se encontram nos casamentos e nos enterros.
Fanático: uma pessoa muito entusiasmada com algo que não lhe interessa nada a si. (Albert J. Nimeth)
Frigorífico: sítio onde deixamos a comida deteriorar-se para não a deitarmos fora enquanto ainda está comestível.

H

Hipócrita: alguém que se queixa de sexo e violência a mais no seu vídeo.

I

Ignorante: aquilo que nós somos… para os outros.
Incerteza: uma margarida cujas pétalas nunca deixamos de arrancar. (Mário Vargas Llosa)

J

Jornalista: uma pessoa sem nada na cabeça e com o poder para o expressar. (Russel Baker)

Poderá também gostar de ler sobre
Coisas que as nossas Mães diziam e faziam…
As melhores frases dos piores alunos
Tristezas não pagam dívidas

L

Liberdade de expressão: aquilo que dizemos quando apanhamos uma martelada num dedo.
Lesma: caracol a praticar nudismo.

M             

Marido ideal: aquele que trata a esposa como trata o carro novo.
Museu: último recurso de um Domingo chuvoso.
Milionário: homem que se pode permitir o luxo de ter um coração de ouro.
Meia-idade: é quando as palavras «feliz» e «aniversário» começam a ir cada uma para seu lado.
Memória: é a oficina em que as nossas recordações são trabalhadas, retocadas e marcadas com o nosso cunho.
Música: é ruído pensante.

O

Ocioso: um religioso sem ponteiros, tão inútil a andar como parado.
Ódio: um sol negro (Elie Wiesel)
Oftalmologista: o médico que não é bem visto pelos seus clientes.

P

Paciência: é a capacidade de continuar a dar luz depois de se ir abaixo o fusível. (Bob Levey)
Paradoxo: uma verdade de cabeça para baixo para chamar a atenção. (Alan W. Watts)
Pessimista: alguém que se queixa do barulho quando a sorte bate à porta.
Poeta: é o pai que leva as palavras ao colo.

R

Recessão: época em que podemos ter de prescindir de coisas de que os nossos avós jamais ouviram falar.
Representar: comportar-se convincentemente em circunstâncias imaginárias. (David Mamet)

S

Sogra: pessoa que às vezes vai longe demais quando está demasiado perto.

U

Universidade: período de cinco anos em que é permitido aos pais terem acesso ao telefone.

Imagem de Faby Green por Pixabay