Dia Internacional da Família – 15 de Maio

 

Mensagem para o Dia Internacional da Família

 “Quem é que temos na vida?” Esta pergunta é central e é bem diferente de uma outra que poderíamos fazer: “O que temos na vida?

Mas é o “Quem” e não “o Que”, que melhor define essa mesma vida…!

Quem é que temos na vida? Temos pais, irmãos, maridos/mulheres, filhos, avós.

Somos o que somos – homem ou mulher – porque temos um pai e uma mãe.

Os laços biológicos e os traços físicos que nos unem são, na maioria das vezes, acompanhados de laços invisíveis, poderosíssimos: laços de ternura, de amor, de generosidade, de saudade….

São laços muito humanos e muito bons.

Na família (e por ela) crescemos na paciência, na amabilidade, no diálogo, no perdão. Somos alguém NUMA família: ali temos um lugar único, uma relação única. Nela aprendemos a ouvir, a falar e também a calar, dando ao outro um lugar privilegiado.

Por isso, estejamos vigilantes e activos, neste tempo em que a família está mais ameaçada do que nunca: por economias que não têm em consideração o tempo e os recursos para sustentar e estar numa família; por hedonismos e narcisismos que ignoram os interesses de crianças e que, através de qualquer ‘matemática genética’, pretendem satisfazer as próprias aspirações; por ideologias que contrariam em tudo a génese e a centralidade da vida.

Quando falamos do dia Internacional da Família falamos da Vida. Falamos de apoios, de incentivos, de políticas que devem ter em conta esta realidade fundamental da sociedade.

Quando falamos de Dia Internacional da Família não podemos esquecer a APFN, que tanto tem defendido a Família nos últimos vinte anos!

Maria João da Câmara / Sócia da APFN
APFN, 15 de maio de 2019

 

Sobre a APFN – Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

A APFN foi formalmente constituída em 1999 e integra famílias com três ou mais filhos. Acredita e defende os valores da família, contando atualmente com mais de 17.000 associados. A APFN pretende, com a sua atividade, mudar as mentalidades e as políticas relativamente à família e transformar o atual cenário de inverno demográfico que se não for alterado continuará a conduzir à insustentabilidade económica e social do país. A APFN acredita na família como a solução do futuro e enquanto resposta histórica em todos os momentos de crise. Está convicta que o país precisa de mais crianças e jovens mas também precisa que essas crianças e jovens possuam as competências suficientes para enfrentar os desafios do Futuro. O lema da APFN é “Apostar na família é construir o Futuro”.

Fontes: Texto – newsletter da APFN | Imagem de Tumisu por Pixabay