Em Outubro já estamos no Outono

 

Outubro deriva do latim October, que quer dizer oitavo. Desde o calendário de Rómulo até à reforma do calendário por Júlio César, no ano 46 antes de Cristo, era, realmente, o 8º mês do ano. Passou a ser o 10º mês, lugar que ocupa desde então até hoje, mantendo os 31 dias que já tinha.

Com a reforma de Numa Pompílio passou a ser o 10º, depois de introduzidos os meses de Janeiro e Fevereiro de modo a que o ano civil coincidisse com o ano solar.

O mês de Outubro foi alvo de tentativas para mudar de nome pelos imperadores romanos Faustino, Cómodo e Domiciano. No entanto, tal como acontecera com Setembro, também nenhum destes nomes venceu.

Na mitologia romana, Outubro era dedicado a Marte que, inicialmente, era o deus da agricultura. Mais tarde foi identificado com o deus Ares, patrono dos soldados e da guerra. Amou Reia Silva e dela nasceram Rómulo e Remo, fundadores de Roma.

Outubro era representado pela figura de um homem ceifando trigo, ou por uma figura coberta por um manto amarelo, cor alusiva à das folhas que começam a cair das árvores e transportando um cesto de castanhas.

 

Da natureza e efeitos do Signo de ESCORPIÃO

(23 de Outubro a 21 de Novembro)

Este signo é figurado por um animal chamado escorpião, cujos efeitos correspondem ao nome, que é morder e picar; e assim quando o Sol entra neste signo, começa a picar, e trazer o frio com tempestades, trovões e relâmpagos no fim. É frio e húmido, feminino, nocturno e fixo, porque neste tempo está fixo o Outono, com suas intemperanças e más influências. Entra o Sol neste signo a 24 de Outubro e desde que entra até que sai diminue o dia uma hora.

O varão que nascer debaixo da subida deste signo, denota que será de maus costumes, enganador, luxurioso e teimoso; pouco liso nos seus negócios e inclinado a furtar; que será grave, amigável e de boas palavras, porém falsas. Denota que padecerá dor nos rins e no estômago e terá perigo de ferro; e finalmente o inclinará a andar por diversas terras e que será tão subtil e astuto em seus ditos e feitos, que ninguém o entenderá e não será muito rico, nem muito pobre. Mostra também que terá algumas enfermidades, ainda que pequenas: ao qual promete este signo, conforme sua natureza, setenta e um anos de vida.

Se for fêmea será amigável, forte e terrível à qual denota trabalhos e perigos e que viverá enferma. E promete-lhe este signo, conforme sua natureza, setenta e dois anos de vida.
(in “Lunário Perpétuo” – edição de 1901)

 

 

Superstições e crendices no mês de Outubro

Para os nascidos neste mês as flores da sorte são as dálias, originárias das montanhas do México à Colômbia. Os índios, do Império Azteca, já cultivavam estas flores. Em finais do século XVIII foram trazidas pelos espanhóis para a Europa, onde se adaptaram bem. A floração produz flores isoladas na Primavera e Verão, em várias cores e espécies. Foi o botânico A. Dahl que em 1789 fomentou a expansão das dálias na região nórdica da Europa, e do seu nome derivou o nome das flores.

As pedras preciosas que proporcionam felicidade quando oferecidas às pessoas no seu aniversário em Outubro são as opalas, símbolo de ternura. Apresentam variedades de cores quando expostas à luz. A palavra opal deriva do sânscrito upala, do grego opalios, e do latim opalus, significando pedra preciosa.

Os agricultores acreditam que se neste mês se ouvirem os primeiros trovões do ano, haverá tempestades de vento, pouca fruta e pouca vindima, nos lugares em que se ouvirem esses trovões.

Crença popular – Casado, quando as folhas escasseiam em Outubro, provações e dificuldades conhecerás.

Provérbios:

– Em Outubro, pega tudo e recolhe tudo.
– Outubro quente traz o diabo no ventre.
– Em Outubro o lume já é amigo.
– Outubro é o Maio do Outono.
– Em Outubro não vás ao mar para pescar, mas vai ao celeiro e abre o mealheiro.
– Outubro seca as fontes ou leva açudes e pontes.
– Em Outubro, vaca para o palheiro e porco para o outeiro.

 

Os meses do ano: Janeiro | Fevereiro | Março | Abril | Maio | Junho | Julho | Agosto | Setembro | Outubro | Novembro | Dezembro