Os meses do ano e as superstições com eles relacionadas

« (…) Tradicionalmente, existe todo um universo de crenças e superstições, que permanentemente ameaçam as pessoas. Uma das mais temidas é a do “mau-olhado” que leva a toda uma série de sintomas e malefícios. A “doença” típica provocada pelo mesmo é o “quebranto”, onde o atingido tem perda da vivacidade, olhos lacrimejantes, sonolência entre outros. A cura só se dá através de muita benzedura.

Segundo a crença popular, não se deve brincar com a própria sombra, pois pode “trazer doença”, nem contar estrelas, pois faz nascer verrugas também conhecidas por “cravos”. Deve-se evitar ter em casa búzios e caramujos ou barcos em miniatura, pois os mesmos “chamam” males. Borboletas pretas, mariposas, morcegos e cobras são animais peçonhentos que representam mau agouro, pois foram criados pelo diabo. (…)»

Para cada um dos meses do ano, há, também, algumas superstições e crendices, particularmente relacionadas com flores e pedras preciosas, assim como o que irá acontecer quanto às colheitas, dependendo do mês em que se ouvirem os primeiros trovões.

 

Janeiro – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são os cravos e as campânulas brancas. No entanto, estas últimas não se devem levar para casa onde haja alguém enfermo, já que estas flores são tidas como presságio de morte. Saber mais…

Fevereiro – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são as primaveras, tidas como protectoras contra os espíritos malignos. Não se deve oferecer uma ou duas flores – pois são de mau agouro para quem as recebe – mas sim um ramo abundante. Saber mais…

Março – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são os narcisos amarelos. Não se deve levar uma destas flores isoladas para casa, mas em ramo, sob pena da ocorrência de um infortúnio. Quem encontrar o primeiro narciso amarelo na Primavera terá no resto do ano abundância de dinheiro. Saber mais…

Abril – Para os nascidos neste mês, as flores da sorte são margaridas. São tidas como um presságio das condições meteorológicas, na medida em que quando as pétalas se fecham está para breve mau tempo. As raparigas sempre gostaram de arrancar as pétalas de uma margarida e repetir as palavras: “ele gosta de mim muito, pouco, nada…”, tentando saber se o namorado lhes é, ou não, fiel. Saber mais…

Maio – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são os lírios, flor desde sempre considerada o símbolo da virgindade. Muitas pessoas acreditam que dá azar quebrar ou danificar estas plantas, em especial o homem, pois afirma-se que tal acto ameaça a pureza dos membros do sexo feminino da família. Saber mais…

Junho – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são as rosas, muito apreciadas pelo seu aroma e beleza. É geralmente tomada como símbolo da amizade, do amor e da paixão. Saber mais…

Julho – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são os nenúfares, plantas aquáticas de água doce com grandes folhas e flores flutuantes. Crescem em água de pouca corrente e são cultivadas principalmente em lagos de jardim. Há nenúfares com flores brancas, amarelas ou vermelhas, que abrem ao nascer do Sol, para se fecharem ao entardecer. Saber mais…

Agosto – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são os gladíolos, também conhecidos por espadana-das-searas ou crista-de-galo. São sumptuosas flores em espiga, de cores e tons muito diversos, nativas da Europa, do Mediterrâneo e das montanhas tropicais africanas. A cultura do gladíolo começou no princípio do século XIX. Saber mais…

Setembro – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são os ásteres, cujo nome deriva do grego aster, que significa estrela. Os ásteres são plantas do exterior e plantam-se na Primavera ou Outono. Há cerca de 500 espécies, sendo três delas espontâneas em Portugal. São muito cultivados como ornamentais. As flores, semelhantes às margaridas, são geralmente raiadas, pelos tons entre o branco, cor-de-rosa e azul. Saber mais…

Outubro – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são as dálias, originárias das montanhas do México á Colômbia. Os índios, do Império Azteca, já cultivavam estas flores. Em finais do século XVIII foram trazidas pelos espanhóis para a Europa, onde se adaptaram bem. A floração produz flores isoladas na Primavera e Verão, em várias cores e espécies. Foi o botânico A. Dahl que em 1789 fomentou a expansão das dálias na região nórdica da Europa, e do seu nome derivou o nome das flores. Saber mais…

Novembro – Para os nascidos neste mês as flores da sorte são os crisântemos, cultivados há mais de 2500 anos na China e no Japão, onde as flores e folhas são, também, usadas como alimento. Chegou ao Ocidente no século XVII. O seu nome deriva da combinação do prefixo grego chrys, que significa dourado (a cor das flores originais) e anthemon, que significa flor. Floresce no fim do Outono. Havia a superstição de que uma única pétala desta flor, colocada no fundo de uma taça de vinho, oferecia uma vida longa e saudável. Saber mais…

Dezembro – Para os nascidos neste mês a flor da sorte é o azevinho, que desempenha um papel importante nas celebrações do Natal. O verde permanente das suas folhas representa a vida eterna, as bagas vermelhas são símbolo da crucificação e os seus espinhos tornam-no ideal para afugentar os espíritos malignos. As folhas espinhosas dão sorte aos homens, e a variedade lisa dá sorte às mulheres. Saber mais…