Reis e Rainhas de Portugal – síntese da 1ª dinastia

 

1ª dinastia – Afonsina ou Borgonha de Portugal

A primeira dinastia real em Portugal é a Dinastia Afonsina ou Borgonha de Portugal, pois provém da Casa Ducal da Borgonha por via de D. Henrique de Borgonha, primeiro Conde de Portugal. Seu filho, D. Afonso Henriques, que ficou conhecido com o cognome O Conquistador, foi o primeiro Rei de Portugal.

Pode considerar-se que esta dinastia teve início em 1096, sendo Portugal ainda um condado, e terminou em 1383, com nove reis que se sucederam em linha familiar.

1139/1143 – 1185 – D. Afonso Henriques, o Conquistador (N: 25.06.1111 – Guimarães1 | F: 06.12.1185 – Coimbra)
Casado com Mafalda de Sabóia | Filho de D. Henrique de Borgonha e D. Teresa
A saber: 1128 – Assume o Condado Portucalense | 1131 – Funda o Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra. Mais tarde, o Mosteiro de Alcobaça| 1129 – Batalha de Ourique: intitula-se Rex (Rei) | Através da Bula Manifestis Probatum, o Papa Alexandre III reconhece-lhe o título de Rei e os respetivos direitos.

1185 – 1211 – D. Sancho I, o Povoador (N: 11.11.1154 – Coimbra | F: 27.03.1211 – Coimbra)
Casado com D. Dulce de Aragão | Filho de D. Afonso I e D. Mafalda de Sabóia
A saber: Favorecimento das Ordens Militares de Santiago de Espada e de Calatrava.

 

 

1211 – 1223 – D. Afonso II, o Gordo (N: 23.04.1185 – Coimbra | F: 21.03.1223 – Alcobaça)
Casado com D. Urraca de Castela | Filho de D. Sancho I e de D. Dulce de Aragão
A saber: 1211 – Realização das primeiras Cortes, em Coimbra.

 

 

1223 – 1245 – D. Sancho II, o Capelo (N: 08.09.1202 – Coimbra | F: 04.01.1248 – Toledo)
Casado com D. Mécia Lopes de Hero | Filho de D. Afonso II e de D. Urraca de Castela
A saber: 1245 – D. Sancho II é excomungado pelo Papa Inocêncio IV, tendo sido substituído por seu irmão, D. Afonso.

 

1245 – 1279 – D. Afonso III, o Bolonhês (N:05.05.1210 – Coimbra | F: 16.02.1279 – Alcobaça)
Casado com D. Matilde de Bolonha e D. Beatriz de Castela | Filho de D. Afonso e de D. Urraca de Castela
A saber: 1249 – Conquista definitiva do Al-Garb (Algarve).

 

1279 – 1325 – D. Dinis, o Lavrador (N: 09.10.1261 – Lisboa | F: 07.01.1325 – Odivelas)
Casado com D. Isabel de Aragão | Filho de D. Afonso III e de D. Beatriz de Castela
A saber: 1290 – Cria a primeira Universidade do país, em Lisboa | 1293 – Cria a Bolsa de Mercadores | 1308 – Transferência da Universidade para Coimbra | 1317 – Desenvolvimento da Marinha Portuguesa | 1309 – Funda a Ordem de Cristo, após a extinção da Ordem dos Templários | Primeiro hospital para crianças.

1325 – 1357 – D. Afonso IV, o Bravo (N:08.02.1290 – Coimbra | F: 28.05.1357 – Lisboa)
Casado com D. Beatriz de Molina e Castela | Filho de D. Dinis e de D. isabel de Aragão
A saber: Reuniu esforços para o impulsionamento da Marinha | Reforçou a administração pública.

 

1357 – 1367 – D. Pedro I, o Justiceiro (N:08.04.1320 – Coimbra | 18.01.1367 – Alcobaça)
Casado com D. Branca, D. Constança de Castela e D. Inês de Castro | Filho de D. Afonso IV e de D. Beatriz
A saber: Defesa das camadas menos favorecidas da população.

 

1367 – 1383 – D. Fernando I, o Formoso (N:31.10.1345 – Lisboa | F: 22.10.1383 – Lisboa)
Casado com D. Leonor Teles | Filho de D. Pedro I e de D. Constança de Castela
A saber: Promulgou a lei das Sesmarias | Maior relação mercantil como estrangeiro | Desenvolvimento da Marinha | Criação da Companhia das Naus | Deu um enorme impulso à Universidade.

1383 – 1385 – Crise dinástica – período também conhecido por Interregno – que sobreveio após a morte de D. Fernando, a 22 de outubro de 1383

 

 

 

Notas:
1 Também são apontados os anos de 1108 e 1109 para o seu falecimento, assim como Coimbra, e mesmo Viseu, como locais de nascimento.