Semana Nacional Cáritas – 21 a 28 de Fevereiro de 2016

Vai realizar-se, entre os dias 21 e 28 de Fevereiro de 2016, a Semana Nacional Cáritas, com o lema escolhido pela rede Cáritas: “Cáritas: Coração da Igreja no Mundo

A Semana Nacional Cáritas, que decorre todos os anos em Portugal, durante a Quaresma, é celebrada em todo o país, através da dinamização de inúmeras iniciativas, promovidas pelas vinte Cáritas Diocesanas.

Para assinalar o início da Semana Nacional Cáritas do corrente ano, vai ser celebrada uma Eucaristia, presidida por D. José Traquina, na Paróquia dos Navegantes – Lisboa, pelas 11 horas.

Integrado no programa da celebração da Semana Nacional Cáritas, vai realizar-se por todo o país (todas as dioceses, capitais de distrito e superfícies comerciais de norte a sul), entre os dias 25 e 28 de Fevereiro, o Peditório Público.

A Cáritas Portuguesa tem como visão: “O testemunho da caridade de Cristo através de obras de justiça, paz e desenvolvimento faz parte da evangelização”. (CIV 15; EM).

A Cáritas Portuguesa deve ser uma referência da prática da atividade pastoral da igreja, à luz da sua doutrina social e iluminada pela fé, apresentando como missão o desenvolvimento humano e a defesa do bem comum, através da animação da Pastoral Social, intervindo em ordem à transformação social, fomentando a partilha de bens e a assistência, em situações de calamidade e emergência.

Os valores da Cáritas Portuguesa são: Caridade e Justiça Social | Compaixão | Espiritualidade | Gratuidade | Opção preferencial pelos mais pobres | Partilha | Subsidiariedade | Universalidade

A Cáritas em Portugal ou Rede Nacional da Cáritas é constituída por vinte Cáritas Diocesanas, que possuem autonomia jurídica e canónica, e por diversos grupos locais que actuam em proximidade, com a colaboração de profissionais e voluntários.

A Cáritas é uma organização da Igreja Católica. A nível internacional está organizada numa confederação de 162 organizações Cáritas que trabalham em mais de 200 países e territórios, designada por Caritas Internationalis. Esta é a segunda maior rede humanitária do mundo, profundamente enraizada na sociedade pois está presente na paróquia (local), na diocese, ao nível nacional, regional e mundial. A sua inspiração brota do Evangelho, da Doutrina Social da Igreja e das experiências vividas pelos pobres e excluídos. Os valores que a guiam são: a dignidade da pessoa humana, a opção preferencial pelos pobres, o destino universal dos bens, a solidariedade e a subsidiariedade.

Texto retirado do site da Cáritas Portuguesa, com adaptações