Actividades agrícolas e outras em Novembro

No mês de Novembro, a tradição manda que se façam os magustos, e se beba água-pé. Após ler o texto abaixo, vai ficar também a conhecer todas as tarefas agrícolas e outras que pode e deve realizar durante este mês.

Na horta

Preparar os talhões e os canteiros destinados às sementeiras e plantações de Primavera. As estrumações são indispensáveis.

Desbastam-se os nabais, aproveitando o produto do desbaste para dar ao gado.

Semear: alface, beterraba, cebola, chicória, tomates, couve-galega, nabiças de grelo, nabo redondo, rabanetes, ervilhas, favas e salsa.

Proteger contra as geadas as plantas mais susceptíveis, com abrigos plásticos, esteiras, etc.

No pomar

Manter vigilância, nos pomares de macieiras e pereiras, contra eventuais ataques de ácaros, cachonilhas e formiga.

Executar, nos pomares de pessegueiros, logo que se tenha verificado a queda da folha, os tratamentos contra o crivado e a lepra.

Plantar: cerejeiras, pereiras, macieiras.

No campo

Proceder à abertura de valas, regos ou outras obras, que se considerem vantajosas para evitar a estagnação da água das chuvas.

Neste mês de Novembro, continuar a sementeira dos cereais de pragana (aveia, centeio, cevada, trigo) e de legumes (ervilha, fava).

Plantar batatas, nas áreas secas.

No jardim

Conservar o jardim limpo, procedendo à apanha da folhagem caída e aproveitando-a, juntamente com outros restos de plantas, ervas, detritos vários e cinzas, para o fabrico de “composto“.

Podar roseiras e outros arbustos.

Depois de podadas, pulverizam-se as roseiras com calda bordalesa a 1%.

Na vinha

Escavar para a retenção das águas das chuvas e das folhas caídas.

Abrir e limpar valas e regos para dar escoamento aos excessos de água durante o Inverno.

Plantar, em terra bem repassada pelas chuvas, barbados enxertados ou bravos.

Começar a podar nos sítios menos frios.

Na adega

Arejar a adega em dias calmos, para impedir o aparecimento de bolores ou maus cheiros, que podem tornar os vinhos defeituosos.

Inspeccionar as vasilhas que estão com vinho novo, que se transfega se já se apresentar limpo.

Atestam-se e abatocam-se as vasilhas.

Destila-se bagaço e água-pé, para obtenção de aguardente.

Com os animais

À base de feno, palha e grão, o gado bovino entra, em regime seco, devendo evitar-se uma brusca transição, a fim de fugir de perturbações digestivas.