Actividades no jardim ao longo do ano

Mais actividades no jardim ao longo do ano

Julho

Às roseiras cortam-se as rosas murchas, que desfeiam e enfraquecem as plantas.

Aparar, sachar e mondar as relvas, as quais precisam de ser regadas abundantemente (2 ou 3 vezes por dia), para que o jardim se mantenha sempre verde e bonito.

Semear: amores-perfeitos, calêndulas, cinerárias, etc., bem como as plantas bienais e vivazes de demorada germinação, para serem transplantadas e dispostas no Outono.

Agosto

Durante o mês corrente não pode haver faltas de atenção com a rega, evitando-se que as plantas sofram com a sede. No entanto, o excesso de água é altamente prejudicial.

Mudar as cinerárias e amores-perfeitos e regar as roseiras para darem melhores flores no Outono.

Setembro

Proceder à preparação do terriço para aplicar nos canteiros.

Com os crisântemos tem-se cuidados especiais, como sejam a monda dos botões e a colocação de tutores. Estas operações são indispensáveis para a obtenção de bons exemplares de flores.

Enterram-se os bolbos das tulipas, narcisos e jacintos.

Semeiam-se amores-perfeitos, assembleias, cravos dobrados, ervilha-de-cheiro, gipsófila, malmequeres anuais, malvaíscos, margaridas, miosótis, papoilas, etc.

Colher sementes de quase todas as plantas, quer anuais, quer vivazes.

Outubro

Semear: amores-perfeitos, begónias, cravinas, ervilhas de cheiro, goivos, malmequeres, miosótis, papoilas, etc.

Plantar: açucenas, anémonas, ciclames, jacintos, junquilhos, lírios, narcisos, tulipas, etc.

Novembro

Conservar o jardim limpo, procedendo à apanha da folhagem caída e aproveitando-a, juntamente com outros restos de plantas, ervas, detritos vários e cinzas, para o fabrico de “composto”.

Podar roseiras e outros arbustos, não deixando no jardim restos secos.

Depois de podadas pulverizam-se as roseiras com calda bordalesa a 1%.

Dezembro

Prosseguir a preparação dos canteiros e continuar o fabrico de “composto”, iniciados no mês anterior.

Semear e/ou plantar: açucenas, anémonas, angélicas, begónias, camélias, ciclames, gladíolos, goivos, jacintos, lilases, lírios, tulipas, etc.

Aparam-se relvas e semeiam-se ou plantam-se as “calvas” que apresentam os relvados, para que o jardim fique mais bonito.