Os dez países com mais católicos no mundo

Dez países com mais católicos

Há quase dois mil anos, e para cumprir as instruções de Jesus Cristo: «Ide pelo mundo inteiro, proclamai o Evangelho a toda a criatura. Quem acreditar e for baptizado será salvo; mas, quem não acreditar será condenado.» (Mc 16, 15-16), os seus apóstolos e discípulos deixaram Jerusalém e partiram em várias direções.

Logo a seguir a converter-se ao Cristianismo, Paulo de Tarso tornou-se no Missionário dos Gentios, tendo feito diversas viagens e criado inúmeras comunidades de crentes pelas terras por onde passava.

Depois de ter sido dada a conhecer aos europeus e habitantes do Médio Oriente, a Palavra de Deus foi levada a todas as partes do mundo, particularmente por missionários europeus, muitos dos quais deram a sua vida pela fé em Jesus Cristo.

De um pequeno grupo de fiéis seguidores de Jesus Cristo, a Igreja por ele fundada,

Também Eu te digo: Tu és Pedro, e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do Abismo nada poderão contra ela.” (Mt 16, 18)

tem, hoje, quase 1,3 milhões de fiéis (a Igreja Católica), sendo que a soma dos fiéis de todos as Igrejas de denominação cristã abrange quase um terço da população mundial.

Saiba quais são os

10 países com maior número de católicos no mundo:

Os dez países com mais católicos no mundo01 – Brasil – 126.880.000 católicos

O país com o maior número de católicos no mundo é o Brasil, os quais constituem 61% da população.

Os portugueses levaram o catolicismo para o Brasil, no tempo das descobertas, e estabeleceram a primeira diocese em 1551.

A primeira missa no Brasil foi celebrada por Henrique de Coimbra, frade e bispo português, no dia 26 de abril de 1500 (6 de maio, no calendário atual), um domingo, na praia da Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália, no litoral sul da Bahia.

Os dez países com mais católicos no mundo02 – México – 98.820.000 católicos

O catolicismo foi levado para o México pelos espanhóis, no século XVI.

No início do século XX, formou-se um governo que perseguiu a Igreja Católica, o que levou à Guerra Cristera, (também conhecida como Guerra dos Cristeros ou Cristiada) e que se desenrolou entre 1926 e 1929.

Tratou-se de um levantamento popular contra as leis anticlericais impostas pela Constituição Mexicana de 1917, resultado de uma Assembleia Constituinte em 1 de dezembro de 1917.

Após um período de resistência pacífica, a reação popular teve início em 1 de Janeiro de 1927. Os Cristeros lutavam pelo direito de exercer sua fé em Jesus Cristo.

Os dez países com mais católicos no mundo03 – Filipinas – 85.470.000 católicos

O cristianismo chegou as Filipinas com o desembarque de Fernão de Magalhães, em 1521, e desenvolveu-se com os missionários espanhóis.

A conversão das Filipinas foi um evento sem paralelo na história: em 40 anos (de 1555 a 1605), sem que se derramasse uma só gota de sangue, o país tornou-se um modelo de cristandade graças aos espanhóis.

Para a Igreja, as Filipinas tornaram-se uma base providencial da qual partiam legiões de missionários para outras terras da Ásia.

Hoje, o país é predominantemente católico, com 81,4% da população declarando-se católica.

Se quiser receber no seu email os novos artigos publicados, subscreva a nossa Newsletter!

Mantemos os seus dados privados e nunca os partilharemos com terceiros.
Leia a nossa Política de privacidade.