Percursos pedestres em Vila Real – diversos roteiros

Circuito do Carvalhal: flora

Pontos de interesse

É um percurso marcado por uma vegetação exuberante, associado ao curso de água que acompanha parte do mesmo.

Partindo de S. Miguel da Pena podem observar-se alguns carvalhos e castanheiros isolados a ladear os campos, mas é quando o percurso começa a subir em direcção à capela de Nª Sª de Fátima que a vegetação adquire o seu esplendor.

Carvalhos-alvarinho, bétulas, amieiros, castanheiros, entre outras, são um exemplo da diversidade característica da floresta autóctone portuguesa.

Associado à flora surge igualmente um mundo diversificado de espécies de fauna, como o gato-bravo, o javali, a coruja-do-mato, os chapins, a cobra-de-água, o lagarto-de-água, a rã-ibérica, a salamandra-de-pintas-amarelas, as libélulas e uma imensidão de borboletas.

A paisagem vai-se alterando e ao chegar ao topo começa a dominar a vegetação rasteira, caracterizada por mato de altitude (giesta, tojo, carqueija) e alguns núcleos de pinheiro.

O património histórico-cultural é caracterizado pela igreja matriz de S. Miguel da Pena, a capela de Vilarinho, o pelourinho, a capela de Nª Sª de Fátima, os cruzeiros e os núcleos populacionais de Gontães, Vilarinho e S. Miguel da Pena.

É de realçar a existência de dois moinhos em granito, com telhado em xisto, também a calçada em granito rompida pelo passar dos carros de bois e os muros de granito que ladeiam caminhos antigos e campos.

Percursos pedestres em Vila Real - diversos roteiros

Circuito do Mineiro: geológico

Pontos de interesse

O património natural adquire o seu expoente máximo na estruturas e paisagens geológicas, como as minas, as cristas de quartzito e o relevo, que são alguns pontos de interesse a observar.

Devido à extensão do percurso a vegetação vai-se alterando.

Assim, no início, temos mato rasteiro, seguindo-se uma mata densa de coníferas, plantada outrora pelos Serviços Florestais.

Já numa zona mais agrícola temos um núcleo de castanheiros que oferece alimento, não só ao homem, mas a muitas outras espécies.

É de realçar, já em Mascoselo, a presença de um azevinho com cerca de 10 metros de altura, que se encontra fabulosamente bem conservado no interior do povo antigo.

Continuando o percurso, e a marginar a estrada, temos uma mancha muito densa de carvalhos, associados a bétulas e a castanheiros.

Em termos de património histórico-cultural, temos as igrejas das povoações de Vila Cova e Mascoselo, a capela de Nª Sª de La Sallete, a sepultura antropomórfica em Vila Cova, as instalações abandonada das minas em Vila Cova e alguns núcleos de casas tradicionalmente transmontanas em granito.

Percursos pedestres em Vila Real - diversos roteiros