Produtos regionais bem gostosos. Prove-os!

Produtos regionais gostosos

De Norte a Sul de Portugal, incluindo as terras da Madeira e dos Açores, existem inúmeros produtos regionais que importa conhecer, provar, confirmar a qualidade, e divulgar junto de familiares, amigos e conhecidos.

Se algum dia passar por…

…Serra da Padrela, não se esqueça de provar a Castanha

A castanha é um fruto de excelência em Portugal, em particular na região de Trás-os-Montes. A Serra da Padrela é o ícone desta castanha DOP, que está na origem de outra certificação regional…

Se por vezes o azeite é chamado de ouro líquido, a castanha podia ser considerada o ouro sólido… Ler+

…Aljezur, não se esqueça de provar a Batata-doce

É rica em peripécias a lenda que ilustra a relação de Aljezur com a batata-doce. Tão rica como a excelência do próprio tubérculo e a função alimentar que tem há séculos, e que fizeram desta vila da Costa Vicentina uma Indicação Geográfica Protegida.

A batata-doce é tão antiga em Portugal como a batata. Ambas chegaram na mesma época, mas só uma de impôs de forma inequívoca. Ler+

…Barrancos, não se esqueça de provar o Presunto… 

Entre as 58 Denominações de Origem Protegida nacionais, o presunto de Barrancos é único pelo modo de produção e ainda mais pelo sabor…

Estamos perante um caso raro no extenso e valioso painel de enchidos portugueses. É um dos poucos produtos de salsicharia que não é fumado durante a fase da cura, mas apenas seco. Ler+

…Elvas, não se esqueça de provar as Azeitonas

Há azeitonas e há as de Elvas. Essas pedem-se pelo nome. Ainda assim, o pedido é injustamente redutor, pois Campo Maior também faz parte desta Denominação de Origem Protegida.

Terra de bom azeite pode não ser forçosamente terra de boas azeitonas. Ler+

…Montemor, não se esqueça de provar o Borrego

O Marquês de Pombal incentivou a criação de gado merino. No Alentejo surgiram lãs finas e descobriu-se a delicadeza da carne de borrego em terras de Montemor.

Foi a transumância que trouxe para cá as primeiras ovelhas de raça merina. Ler+

Não queremos, com isto, dizer que noutras localidades estes produtos não sejam igualmente bons. Mas, para comprovar o que dizemos, não deixe de os degustar nas localidades indicadas, e, depois, diga de sua justiça.