A romã  é um fruto característico do Outono

 

Fruto característico do outono, a romã é composta por sumarentos bagos vermelhos de sabor adocicado e apelativo. Podendo ser consumido de diversas formas, este fruto é também benéfico para a saúde. Conheça-o melhor.

Fruto da romãzeira, pensa-se que a romã (Punica granatum) seja originária do sudoeste asiático e que foi introduzida nos pomares egípcios há milénios.

Forma e algumas variedades de romã

Considerado um dos frutos de outono, o consumo de romãs no nosso país está enraizado na nossa cultura, e ainda que não seja massificado, associa-se a festividades e sazonalidades específicas desta estação.

A romã é um fruto redondo, achatado, com um cálice em forma de coroa e uma casca grossa. O seu interior é composto por bagos comestíveis de cor vermelha e sabor agridoce e divide-se por finas películas.

Quanto às variedades, mais conhecidas são a Acco (tendencialmente mais vermelha) e a Granada de Molar  (variedade mais antiga e menos colorida).

Benefícios para a saúde

Em termos nutricionais a romã, é um fruto interessante. É muito rica em fibra, pois a maioria dos seus bagos é consumido. É fonte de vitamina C, pelo que contribuí para a normal formação de colagénio das cartilagens, ossos e dentes. Além disso, tem propriedades antioxidantes, protegendo as células de oxidações indesejáveis.

Como preparar a romã

A romã pode ser consumida de diversas formas: em sumo, ao natural, utilizada em sobremesas ou como decoração de vários pratos. Muitas vezes, a principal razão para o baixo consumo deste fruto reside na sua preparação, que pode ser um pouco complicada. No entanto, existem algumas técnicas que podem facilitar o processo.

Deixamos-lhe aqui dois exemplos:

– Corte a romã na longitudinal, ficando com duas metades. Vire a parte da casca para cima com um copo em baixo e bata-lhe com uma colher até os bagos caírem todos.

– Corte as pontas da romã e seguida corte-a ao meio e depois em quartos. Mergulhe as partes numa taça com água e, com a ajuda dos dedos, retire todos os bagos. Escorra a água

Para o ajudar, existe já um utensílio em silicone (uma espécie de tigela com tampa) feito especialmente para preparar romãs.

Sugestões

Como escolher – Escolha as romãs com casca lisa e brilhante, sem cortes nem pisaduras e sem sinais de podridão.

Como consumir – Degustam-se ao natural ou podem utilizar-se em saladas, guarnição de pratos, gelados, compotas, sobremesas, sumos e xaropes, como o famoso grenadine.

Como conservar – Conservam-se bem à temperatura ambiente ou, de modo a prolongar o seu tempo útil de consumo, pode conservá-las no frio.

Produção nacional – Agosto, setembro e outubro.

Informação nutricional (Composição por cada 100 g de parte edível de romã): Energia: 50 kcal | Água: 83,3 g | Proteína: 0,4 g | Gordura total: 0,4 g | Hidratos de Carbono: 12,0 g | Ácidos orgânicos: 0,06 g | Fibra alimentar: 3,4 g | Ácidos gordos saturados: 0,1 g | Ácidos gordos monoinsaturados: 0,2 g | Vitamina A: 6,0 µg | Caroteno: 38 mg | Tiamina: 0,050 mg | Riboflavina: 0,030 mg | Niacina: 0,20 mg | Vitamina B6: 0,20 mg | Vitamina C: 13 mg | Sódio: 3,0 mg | Potássio: 240 mg | Cálcio: 11 mg | Fósforo: 14 mg |  Magnésio: 7,0 mg | Ferro: 0,6 mg | Zinco: 0,3 mg

Receitas utilizando a romã

Cenouras assadas com romã

Ingredientes

10 cenouras coloridas (podem ser substituídas por abóbora ou batata-doce cortada em palitos) | azeite q.b. | sal e pimenta q.b | colher chá de alho em pó | 1 colher chá de caril em pó | 1/3 chávena de vinho branco | 1 colher sopa de tomilho fresco | 1 colher sopa de tahini | ½ queijo chèvre | 2 chávena de bagos romã

Preparação

Descasque as cenouras e corte-as em quartos no sentido longitudinal. Coloque-as num tabuleiro e tempere-as com um fio de azeite, sal, pimenta, o alho em pó, o caril, o vinho branco e o tomilho. Envolva-as bem e leve-as ao forno pré-aquecido a 180°C por cerca de 25 minutos ou até estarem tenras e douradas.

Numa tacinha, envolva o tahini com 2 colheres de sopa de azeite. Coloque as cenouras numa travessa e regue-as com o molho que preparou. Polvilhe-as com o queijo chèvre cortado em pedaços e os bagos de romã.

Estufado de novilho com romã

Ingredientes

1 kg de cachaço de novilho em cubos | sal e pimenta q.b. | 1 colher sopa de farinha | azeite q.b. | 1 cebola | 2 dentes de alho | 2 colher sopa de pasta de tomate | tomilho q.b. | 1 folha de louro | 250 ml de caldo de carne | 250 ml de vinho tinto | 1 colher sopa de amido de milho expresso | bagos de romã q.b. | hortelã q.b.

Preparação

Coloque os cubos de novilho numa taça, tempere-os com sal e pimenta e envolva-os na farinha. Aqueça um fio de azeite num tacho e sele a carne, de modo a ficar corada por fora. Retire-a e reserve.

No mesmo tacho, refogue a cebola picada e os dentes de alho picados finamente em azeite até a cebola ficar bem tenra e translúcida. Adicione a pasta de tomate, o tomilho e o louro. Envolva bem e deixe cozinhar por 2 minutos. Junte o caldo de carne, o vinho tinto e a carne.

Baixe o lume para brando e deixe cozinhar por cerca de 45 minutos ou até a carne ficar bem suculenta e aromática. Antes de servir, adicione o amido de milho dissolvido em água e misture tudo energicamente, para engrossar um pouco o molho. Por fim, junte os bagos de romã e decore com hortelã. Pode acompanhar com um cuscuz simples.

Fonte: Continente Magazine | Imagem de Peggy und Marco Lachmann-Anke