Você é de trato agradável? – Teste Psicológico

Você é de trato agradável?

Afinal, você julga-se um indivíduo agradável, de trato enquadrado nas mais ortodoxas regras de educação?

Saiba que há pessoas que se evitam e outras que se procuram.

Saiba, também, que a simpatia e a antipatia, o fascínio e a repulsa estão sempre a meio passo.

Pois você vai saber se é, ou não, de trato agradável – ao responder às perguntas que se seguem.

Marque três pontos quando responder sim.

Mais adiante, somando a pontuação, aperceber-se-á do seu significado.

Questões

1.- Quando se coloca em frente de um espelho, o seu rosto tem uma expressão aborrecida?

2.- Não atribui muita importância à sua aparência?

3.- Tem por hábito mostrar-se frio e distante, no contacto com pessoas que encontra?

4.- Quando trava um novo conhecimento, costuma usar palavras lisonjeiras?

5.- Nunca repara como se senta?

6.- Na presença de outra pessoa, sente necessidade de fazer qualquer coisa (ou gestos) com as mãos?

7.- A sua impaciência termina, rapidamente, ao notar algo de que não gosta?

8.- Tem tendência para copiar as maneiras de vestir, de falar ou de gesticular de qualquer pessoa que admire?

9.- Sente a necessidade de brilhar, quando está num grupo?

10.- Lastima-se, com frequência?

Eis o seu retrato:

De 0 a 6 pontos – pode considerar-se um indivíduo de trato agradável, o que verifica, facilmente, pelo número dos seus amigos.

Para além de 6 pontos e até 18 pontos – você não é decisivamente desagradável; no entanto, manifesta uma forte tendência para se comportar de forma a irritar aqueles que o cercam.

Enfim, para lá dos 18 pontos – é uma pessoa de maus hábitos, quase intratável. Trate de se libertar desses defeitos fundamentais, corrigindo-os aos poucos, eliminando-os um a um – até se tornar na pessoa agradável que deseja.

Fonte: “Almanaque” (Grupo de Publicações Periódicas, ed. com.; Magalhães, J. A. de Figueiredo, dir publ.) – Dez. 1960 / Jan. 1961 (editado e adaptado) | Imagem