Vacinação contra a gripe em 2019 – Comunicado da DGS

 

A vacinação contra a gripe vai decorrer a partir do dia 14 de outubro de 2019, conforme comunicado da Diretora-Geral da Saúde, que a seguir se transcreve.

A gripe é uma doença contagiosa e, habitualmente, cura espontaneamente. Mas, podem ocorrer complicações, particularmente em pessoas com doenças crónicas ou com 65 ou mais anos de idade.

A vacinação é a melhor prevenção, sobretudo para evitar as complicações graves.

As vacinas disponíveis este ano em Portugal são pela primeira vez, vacinas tetravalentes, incluindo 4 tipos de vírus da gripe (2 do tipo A e 2 do tipo B). As vacinas são seguras e eficazes, esperando-se uma maior abrangência em relação às vacinas trivalentes, anteriormente utilizadas.

O Serviço Nacional de Saúde terá cerca de 1,4 milhões de vacinas.

No Serviço Nacional de Saúde a vacina é gratuita para os cidadãos com idade igual ou superior a 65 anos, para pessoas residentes ou internadas em instituições, para pessoas com algumas doenças definidas, para profissionais de saúde do SNS e para os bombeiros.

Sugestão de leitura

Gripe: prevenir com tempo

[themoneytizer id=”18933-19″]

 

Os profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados, incluindo os bombeiros, devem vacinar-se porque é maior a probabilidade de exposição e de transmissão da gripe a pessoas com maior risco de complicações.

Estas vacinas estarão também disponíveis nas farmácias comunitárias com prescrição médica. A receita médica tem validade até 31 de dezembro de 2019.

A Direção-Geral da Saúde recomenda: vacine-se contra a gripe, preferencialmente, até final do ano.

Sugerimos, também, a leitura do artigo A gripe não se cura, evita-se! pois, chegados ao tempo do Outono, começaram as primeiras chuvas e as temperaturas estão a baixar. É este o tempo propício para nos prepararmos para a gripe.

Os Influenza surgem nos meses frios em cada hemisfério (Norte e Sul), altura em que há várias estirpes a circular em simultâneo. As vacinas são composta de modo a dar resposta às estirpes que os cientistas da Organização Mundial de Saúde prevêem ser as dominantes na época. Por isso, se diz de uma vacina que ele é trivalente se proteger contra três estirpes de gripe, ou quadrivalente, se proteger contra quatro.”

Imagem de Анастасия Гепп por Pixabay 

[themoneytizer id=”18933-16″]