Feira de Maio em Azambuja

Feira de Maio em Azambuja: a mais castiça do Ribatejo!

Entre os dias 26 e 30 de maio de 2016, vai realizar-se na Vila de Azambuja, a já centenária FEIRA DE MAIO – a mais castiça das Festas Ribatejanas.

Feira de Maio de AzambujaAs festas têm início na quinta-feira (26), dia dedicado às Tertúlias. Depois de uma animada vacada, pelas 10h30, à uma da tarde o Jardim Urbano da vila enche-se de juventude e alegria com o almoço convívio das Tertúlias. Às quatro da tarde, as já ornamentadas ruas de Azambuja ganham ainda mais cor e vida com o desfile de largas dezenas de membros das tertúlias, envergando as camisolas que as identificam e os seus lenços bem garridos.

A inauguração oficial da feira está marcada para as 17 horas, na Praça do Município. À cerimónia, juntam-se campinos, a fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Azambuja e o cortejo tertuliano. Segue-se a abertura, no Campo da Feira, do pavilhão do Artesanato e das Atividades Económicas e da “Praça das Freguesias” que volta a concentrar atenções ao longo dos 5 dias da Feira de Maio. Esta praça assume-se como o grande palco da ótima gastronomia regional e da animação, com toda a riqueza cultural de cada uma das sete Freguesias do Concelho de Azambuja. As tasquinhas estarão a cargo de diversas associações e instituições de solidariedade, e de sexta-feira a segunda-feira estarão abertas entre o meio-dia e as 24 horas. As coletividades desportivas e recreativas garantem a animação das noites desfilando pelo palco as suas artes.

A primeira entrada de toiros pelas ruas da vila acontece às 19h00. À meia-noite, todos os caminhos vão dar ao Jardim Urbano, para um espetáculo de Los Romeros & Big Band, com a participação de Las Hermosas do Club Azambujense. Este dia encerra com a “Mesa da Tortura – prova de resistência e bravura” na Praça de Toiros Dr. Ortigão Costa.

A sexta-feira continua a constituir um dos maiores cartazes da Feira de Maio, com a Noite da Sardinha Assada. Tudo começa às 21h00, com o cortejo de campinos com o gado pelas ruas da Vila à luz de archotes, seguido da habitual largada de toiros. A partir da meia-noite acontece a distribuição gratuita de sardinhas, pão e vinho nos Largos do Rossio, da Fonte de Santo António, de Palmela, dos Pescadores e também na Praça do Município. Na noite mais animada não faltarão o fado vadio, a música itinerante e vários arraiais até ao romper do dia. Às 02h30 da madrugada, animação popular ao rubro com a Banda Hi-Fi no Jardim Urbano.

Sábado é o Dia do Cavalo. Encontro marcado na Várzea do Valverde, onde a partir das 15 horas os campinos mostram todas as suas capacidades nas provas de campo, com a condução de Jogos de Cabrestos, Condução de Cabresto e Prova de Perícia. Antes, pelas 14 horas decorrerá o IV Troféu “Dr. Luís Ortigão Costa” – Admissão a Concurso de Modelo e Andamentos, Classe Éguas Afilhadas – Puro-sangue Lusitano. A largada de toiros do dia acontece às 18h30 e a grande atração musical – Mickael Carreira, atuará junto à Escola Básica Boavida Canada, quando for meia noite. Às 02h30, nova sessão de “Mesa da Tortura”, na praça de toiros.

Na manhã de domingo, Dia do Campino, vive-se o momento mais solene, a tradicional Homenagem ao Campino, na Praça do Município, pelas 09h30. Todos os campinos vêem o seu valor reconhecido na figura de um dos campinos que dedica a sua vida aos cavalos e aos toiros e há mais anos colabora na Feira de Maio. Este ano, o homenageado será o Campino António Joaquim Martins Feitor, conhecido por “António Foguete”. Destaque, igualmente no domingo, para a tradicional Corrida de Toiros à Portuguesa, pelas 17h00, na Praça de Toiros Dr. Ortigão Costa. Este ano, o cartel é composto pelos cavaleiros Luís Rouxinol, Tito Semedo e Sónia Matias, e pelos forcados amadores de Cascais, de Redondo e de Azambuja.

Na última manhã da feira, segunda 30 de maio, o Dia da Criança comemora-se com “Feira na Vila”. As crianças do 1º ciclo do Ensino Básico visitam tertúlias e participam em variadas atividades culturais e recreativas. Às cinco da tarde, antes da última “espera”, procede-se à entrega de prémios às melhores ornamentações de largos, janelas ou fachadas, e montras, na Praça do Município. A última oportunidade para apreciar os toiros nas ruas começa a partir das 18h30. O espetáculo de fogo-de-artifício encerrará mais uma edição da Feira de Maio, pelas 24h00.

Vai haver todos os dias largadas de toiros – um dos principais ingredientes da festa: quinta-feira, às 19h00; sexta-feira, a grande noturna, às 22h00; sábado, às 18h30; domingo, às 10h30; e a última, segunda-feira, às 18h30.

Durante cinco dias de muito convívio, festa brava e afición, em Azambuja vai poder viver o Ribatejo no seu melhor.