Fertilização do solo através da adubação verde

O que é adubação verde?

A adubação verde é uma prática agrícola milenar de rotação de culturas, cujo objetivo é melhorar a capacidade produtiva do solo.

Essa melhoria do solo é conseguida através da adição de material orgânico não decomposto de plantas cultivadas exclusivamente para este fim, que são cortadas antes de completarem o ciclo vegetativo.

A adubação verde pode ser realizada com diversas espécies vegetais. No entanto, a preferência pelas leguminosas está consagrada por inúmeras vantagens, dentre as quais, se destaca a sua capacidade de fixar azoto direto da atmosfera por simbiose.

Adubos verdes são plantas utilizadas para melhoria das condições físicas, químicas e biológicas do solo.

Há espécies como leguminosas que se associam a bactérias fixadoras de azoto, transferindo-o para as plantas. Estas espécies também estimulam a população de fungos micorrizicos, microrganismos que aumentam a absorção de água e nutrientes pelas raízes.

É um processo de fertilização do solo pelo enterramento de plantas herbáceas verdes, mais vulgarmente leguminosas, estremes ou em consociação com espécies de outras famílias, semeadas propositadamente para o efeito.

As espécies utilizadas tomam a designação de adubos verdes

Benefícios da adubação verde

Os benefícios da adubação verde para a fertilidade do solo são:

– Redução da lixiviação de nutrientes;

– Aumento da capacidade de armazenamento de água no solo;

– Controle de nematoides fitoparasitos;

– Descompactação, estruturação e arejamento do solo;

– Diminuição de amplitude da variação térmica diurna do solo;

– Fornecimento de azoto;

– Intensificação da actividade biológica do solo;

– Melhoria do aproveitamento e eficiência dos adubos e corretivos;

– Proteção de mudas – plantas contra o vento e radiação solar;

– Proteção do solo contra os agentes da erosão e radiação solar;

– Rápida cobertura do solo e grande produção de massa verde em curto espaço de tempo;

– Reciclagem de nutrientes lixiviados em profundidade;

– Recuperação de solos de baixa fertilidade;

– Redução da infestação de ervas daninhas;

– Redução de incidência de pragas e patógenos nas culturas;

Efeitos da adição de matéria orgânica

Os efeitos da adição de matéria orgânica aos solos são positivos em praticamente todos os aspectos.

Para melhor se entender, diz-se que um solo tem três tipos de características (propriedades) diferentes, as físicas, as químicas e as biológicas.

O que são propriedades físicas?

As propriedades físicas são aquelas que determinam, por exemplo, se o solo é solto, arável, ou se é compactado. Se a água penetra bem ou se escorre, quando chove.

Efeitos dos adubos verdes sobre as propriedades físicas do solo:

– Diminui a densidade;

– Melhora a estrutura;

– Aumenta a capacidade de retenção de água

– Aumenta a infiltração da água;

– Facilita a drenagem;

– Aumenta a circulação de ar no solo;

– Reduz a variação da temperatura do solo;

– Amortiza o impacto direto das gotas de chuva;

O que são propriedades químicas?

As propriedades químicas do solo mostram a acidez (pH), a quantidade e diversidade de nutrientes, se a planta pode absorver bem estes minerais, etc.

Efeitos dos adubos verdes sobre as propriedades químicas do solo:

– Aumenta disponibilidade de nutrientes;

– Eleva ou diminui o pH;

– Controla a presença de elementos tóxicos como ferro e metais pesados, pela capacidade de fixar, ou sintetizar estes elementos;

– Recupera solos salinos;

– Aumenta o poder tampão do solo;

– Fixa o azoto da atmosfera;

– Fornece substâncias estimulantes de crescimento do solo.