O kiwi – fruto rico em vitamina C!

Kiwi – da China para o mundo inteiro

O kiwi veio da China, ganhou fama na Nova Zelândia e hoje é apreciado em todo o mundo. É um fruto muito nutritivo, com baixo valor calórico e delicioso, cujo consumo se aconselha pelas suas propriedades benéficas.

Fruto da planta Actinidia deliciosa e originário do sul da China, o kiwi foi levado para a Nova Zelândia no início do século XX, onde começou por ser cultivado apenas em pomares domésticos. A plantação comercial começou nos anos 40, sendo então vendido com o nome de groselha chinesa.

Rebatizado em meados do século passado com o nome da ave que é o símbolo nacional neozelandês, o kiwi começou a ser produzido em larga escala e chegou, então, aos quatro cantos do mundo para conquistar os paladares com o seu sabor exótico, aroma intenso e aparência apetecível. Tem um exterior com uma finíssima casca castanha revestida por uma suave penugem e uma polpa verde (ou amarela, dependendo da variedade), com sementes comestíveis, suculenta e refrescante.

Muito nutritivo e com baixo valor calórico, este fruto, cuja campanha nacional decorre de dezembro até junho, pode incluir-se em qualquer dieta alimentar.

Benefícios de consumo

Ação anti-oxidante

O kiwi apresenta um conteúdo considerável em vitamina C, contribuindo, por isso, para prevenir as oxidações celulares indesejáveis.

Regulação do trânsito intestinal

O alto teor de fibra encontrado no kiwi, além de fazer com que a entrada de açúcar no sangue seja mais gradual, contribui para o bom funcionamento intestinal.

Efeito protetor

É um fruto com um teor muito alto em vitamina C e fonte de folato, que contribuem para o adequado funcionamento do sistema imunitário.

Gravidez

O folato é uma vitamina essencial na gravidez, contribuindo para o crescimento normal dos tecidos e formação do sangue, prevenindo, ainda, as malformações do tubo neural do feto.

Saúde do coração

Por ser fonte de potássio, o kiwi pode contribuir para manutenção dos níveis adequados de pressão arterial, promovendo a saúde do coração.

Promove a absorção de ferro

Graças ao conteúdo significativo em vitamina C, o kiwi pode contribuir para a absorção de ferro quando consumido em simultâneo com alimentos ricos neste mineral.

Curiosidades

– À semelhança do abacaxi, do figo e da manga, o kiwi também pode ser usado para amaciar carne. Isso acontece porque este fruto contém uma enzima chamada actinidina que atua sobre músculos e tecidos da carne (que pode ser bovina, suína ou outra), tornando-os mais macios,

Junte kiwi macerado às marinadas, deixe atuar e sinta a diferença. Ou então corte-o ao meio, passe-o pela superfície da carne e deixe-o agir durante 20 minutos.

– Por outro lado, essa mesma enzima, a actinidina, não é muito compatível com o leite e a gelatina, pelo que tem de ser usado com cuidado em sobremesas feitas com estes dois ingredientes para que não fiquem liquefeitas ou não solidifiquem.

– 100 g de kiwi contêm quase a totalidade da dose diária recomendada de vitamina C.

– A partir dos anos 80 o kiwi deixou de ser visto como um fruto exótico

– 0 kiwi ajuda a “limpar” o sabor da boca depois da ingestão de pratos muito gordurosos.

– É perfeito come contraste em saladas com vegetais de sabor amargo, como a rúcula ou as endívias,

– O kiwi além de ser um fruto, é também o nome de uma ave multo importante na Nova Zelândia, considerada o símbolo nacional do pais.

O pássaro está estampado na parte reversa da moeda de dólar da Nova Zelândia, moeda essa que também é conhecida como kiwi.

Uma receita para o Inverno

Compota de kiwi

1 kg de kiwis | 1 chávena de água | 1 limão (sumo) | 3 chávenas de açúcar

Descasque os kiwis e corte-os em pedaços pequenos. Coloque-os numa panela com a água e o sumo de limão. Deixe levantar fervura, mexendo sempre durante 15 minutos.

Quando o preparado estiver reduzido a puré, junte o açúcar e mexa até dissolver. Deixe ferver durante 30 minutos.

Guarde a compota em frascos herméticos previamente esterilizados e secos.

Feche os frascos apenas quando a compota estiver fria.

Como escolher

Opte pelos kiwis que tenham pele lisa, sem rugas, lesões ou cavidades.

Escolha também os frutos que cedam ligeiramente ao toque, mas sem estarem moles.

Como conservar

Se os kiwis forem para consumir num curto espaço de tempo, pode deixá-los à temperatura ambiente.

Se deseja preservá-los por mais tempo, guarde-os na gaveta inferior do frigorífico.

Como consumir

A melhor forma de consumir este fruto é ao natural, mas também podem ser degustados em sumos, smoothies, com iogurte, para acompanhar pratos de peixe e de carne, em saladas hortícolas ou de fruta, em geleias, compotas, doces e marmeladas, em bolos, tortas e sorvetes.

Fonte: Continente Magazine | Imagem de Skica911