Raízes, frutos e rebentos – Inove nas receitas!

Raízes, frutos e rebentos

São todos deliciosos, pois dão um toque especial às mais variadas receitas: as beterrabas e os rabanetes (raízes), os chuchus (frutos) e os espargos (turiões ou rebentos). Experimente estes vegetais e renda-se ao seu sabor. Inove nas suas receitas!

Espargo

O espargo (Asparagus officinalis) é uma planta que produz rebentos (ou turiões) carnudos e comestíveis.

O espargo tem um baixo valor energético e é rico em fibra e proteína. Tem também um alto teor em vitamina K e ácido fólico.

Como consumir

– Em sopas e cremes

– Em omeletas e quiches

– Cozidos e grelhados

– Em risotos, com massas

A saber

Existem espargos verdes, brancos e roxos, sendo o primeiro o mais comum.

Podem ser utilizados frescos, congelados ou em conserva.

Quinotto de Espargos

Ingredientes

500 g de espargos

1 cebola

2 dentes de alho

2 colher de sopa de azeite

1 colher de chá de coentros em pó

2 colher de sopa de manteiga

2 colher de chá cominhos em pó

400 g de quinoa branca

2 copo de vinho branco

1,5 l de caldo de vegetais

100 g de queijo parmesão

Preparação

Retire os pés brancos dos espargos e lamine os talos. Reserve as cabeças inteiras.

Coloque num tacho baixo e largo a cebola picada, os dentes de alho picados finamente, o azeite, metade da manteiga, os coentros em pó e os cominhos. Deixe refogar até a cebola ficar dourada e tenra e, de seguida, adicione os talos dos espargos. Cozinhe por 5 minutos.

Adicione a quinoa, envolva bem, adicione o vinho branco e vá mexendo sempre.

Quando o vinho for absorvido, adicione uma concha de caldo de vegetais e não pare de mexer.

Quando o caldo for totalmente absorvido, adicione mais uma concha e assim sucessivamente, até a quinoa estar cozinhada (translúcida). Junte as cabeças dos espargos e envolva bem.

Para terminar, acrescente a restante manteiga e o queijo parmesão ralado. Envolva e sirva de imediato.

Chuchu

O chuchu é um fruto carnudo, de cor esverdeada, revestido por pequenos espinhos e com polpa comestível. É baixo em calorias, rico em água e em fibra. Tem um elevado teor de acido fólico, uma vitamina essencial durante a gravidez, quer para o bebé, já que contribui para a divisão celular, como para a mãe, pois contribui para o crescimento do tecido materno durante esta fase.

Como consumir

– Em cremes e sopas

– Em saladas

– Cozido e gratinado

– Em soufflés

– Em compotas e bolos

A saber

O chuchu tem um sabor suave e característico, podendo substituir, quando cozido, a batata, a curgete e o nabo, por exemplo.

Caldo Verde com chuchu baixo em calorias

Ingredientes

2 colher de sopa de azeite

2 cebolas

3 dentes de alho

4 chuchus

sal marinho q.b.

1 chouriço de carne

200 g de caldo-verde

Preparação

Num tacho, coloque o azeite e as cebolas, os dentes de alho laminados e refogue.

Descasque os chuchus, corte-os em pequenos cubos e adicione-os ao refogado. Tempere com sal e deixe cozinhar por 10 minutos. Acrescente água de forma a cobrir os ingredientes e adicione o chouriço.

Cozinhe por cerca de 15 minutos ou até os chuchus estarem tenros.

Retire o tacho do lume e retire o chouriço. Triture o preparado até obter uma mistura cremosa. Coloque o tacho de novo ao lume até que levante fervura, desligue o lume e adicione o caldo-verde. Deixe repousar por 5 minutos e sirva com rodelas de chouriço.