Filmes sobre Viana selecionados para festival no Brasil  

Três filmes sobre Viana do Castelo:

“Viana Mar de Cultura – Candidatura da Capital Europeia da Cultura 2027”,

“Havemos de ir a Viana” e

“Herança”,

realizados por Flávio Cruz, foram selecionados para o concurso do Finisterra Brazil Film Art & Tourism Festival, em Cachoeira, Bahia.

Este festival, que decorre entre 20 a 24 de Abril deste ano, tem como um dos grandes objetivos a reflexão sobre o desenvolvimento turístico através da produção cinematográfica.

As atividades previstas para o festival incluem uma “dimensão relacionada com múltiplas linguagens artísticas e culturais com foco na economia da cultura e do turismo”.

Os prémios, atribuídos por um Júri composto por 10 membros ligados ao Cinema e Turismo, serão anunciados a 23 de Abril.

Filmes sobre Viana selecionados para festival no Brasil  

 

Promoção de Viana do Castelo

Todos estes filmes promovem o município de Viana do Castelo, as suas tradições, e os seus agentes culturais:

“Viana Mar de Cultura – Candidatura da Capital Europeia da Cultura 2027” é o vídeo promocional da candidatura de Viana do Castelo a Capital Europeia da Cultura em 2027.

“O documentário “Herança” retrata, de forma genuína e fiel, os processos de socialização e transmissão de valores culturais e sociais, em algumas festas e romarias do concelho de Viana do Castelo, numa ótica de proteção do património cultural imaterial.

Trata-se de uma viagem festiva, de simbiose entre o religioso e o profano, e que reforça a consciência de que um povo sem memória não existe, sendo necessário investigar, preservar e divulgar essa memória patrimonial, que tanto distingue os minhotos, em geral, e os vianenses, em particular.” Saber mais…

Havemos de ir a Viana” é um símbolo das Festas d’Agonia e é cantado pelas pessoas, de forma natural e genuína, durante a Romaria, a qualquer hora e em qualquer lugar. Nada melhor que, num ano tão difícil para todos nós, em que vamos sentir a festa à distância, eternizar um dos seus expoentes maiores de uma forma que nunca tinha sido feita antes.”