O bom melão branco – aromático, doce e refrescante

Melão branco

Fruto por excelência do verão, o melão branco é aromático, doce e refrescante, e apetece nos dias de calor, a qualquer hora do dia, consumido ao natural ou integrado como ingrediente dos mais variados pratos.

Nos dias quentes e soalheiros de verão apetecem frutos refrescantes a qualquer hora do dia, seja em casa, para levar para o emprego, num piquenique ao ar livre ou nos momentos passados na praia, consumidos ao natural ou integrados como ingrediente das mais diversas receitas.

O melão branco, fruto por excelência desta época e dos mais frescos e ligeiros que temos à disposição no nosso país ao longo do verão, preenche os requisitos que satisfazem os paladares mais exigentes, tanto de crianças como de adultos.

Com o seu sabor doce e textura macia e sumarenta quando maduro, o melão branco ganha lugar privilegiado à mesa dos portugueses para ser degustado à fatia ou para apreciado depois de convertido em sumos, batidos, sopas, saladas, cocktails, gelados e o que mais a imaginação ditar.

Doce e sumarento

Oriundo de continentes tropicais como a Ásia e a África, o melão foi trazido para a Europa no início da era cristã e, desde haja no solo e no clima os elementos necessários ao seu desenvolvimento e crescimento, é um fruto de produção rápida.

Produzido por uma planta rasteira – o meloeiro, de folhas grandes e flores amarelas – o melão é um fruto que faz parte da família do pepino, da melancia e da abóbora, que possui uma forma arredondada ou oval, casca espessa com ou sem estrias, polpa carnuda, doce e sumarenta e inúmeras sementes achatadas no seu interior.

Ao contrário de alguns frutos, após colheita o melão não continua a amadurecer.

Ou seja, se for colhido antes de ter atingido o ponto ótimo de maturação, nunca atingirá o seu melhor sabor.

Produtores

Os maiores produtores mundiais são a China, os Estados Unidos, a Turquia e a Espanha.

Em Portugal, as zonas de maior produção de melão localizam-se no Ribatejo e Alentejo. E embora atualmente já seja possível encontrar este fruto em qualquer altura do ano, a melhor época para o seu consumo, no entanto, situa-se entre os meses de junho a setembro.

Benefícios de consumo

Ação antioxidante

O melão, tem um alto teor em vitamina C, apresentando por isso proteção das células contra oxidações indesejáveis.

Regulação do trânsito intestinal

Por ser fonte de fibra, além de fazer com que a entrada de açúcar no sangue seja mais gradual, contribui para o bom funcionamento intestinal.

Hidratação

A riqueza em água faz deste fruto uma excelente opção para prevenir a desidratação nos dias mais quentes.

Efeito protetor

Pelo seu conteúdo em vitaminas C e A, o melão contribui para o normal funcionamento do sistema imunitário, inclusive durante a prática de exercício físico intenso.

Saúde ocular

A vitamina A encontrada no melão é essencial para a manutenção de uma visão normal.

Aproveite os meses de verão para se deliciar com melão branco pois além de ser hidratante, ajudando a prevenir a desidratação nos dias mais quentes, contribui ainda para o bom funcionamento intestinal pelo seu teor de fibra, entre outros benefícios

Como escolher

Escolha os melões mais pesados (considerando a relação peso-tamanho), com casca bem firme, sem fendas e com aroma agradável. Pegue no melão e pressione a parte central, que deve ceder ligeiramente.

Como conservar

Este fruto deve ser conservado à temperatura ambiente, na fruteira. Depois de aberto, deve permanecer no frigorífico, envolvido em película aderente. Aí conserva-se durante dois a três dias.

Como consumir

O melão pode ser consumido ao natural ou em saladas de fruta, sumos, smoothies, bolos, geleias compotas, molhos, mousses, doces, gelados e sorvetes. Uma forma conhecida e considerada de paladar sofisticado é o melão servido com fatias de presunto.

Fonte: Continente Magazine | Imagem de Ирина Александрова