Sabores orientais – receitas surpreendentes

Sabores orientais

Dê uma nova vida às suas receitas com sabores vindos do Oriente, sobretudo do Japão e da China, e surpreenda o paladar dos seus convidados mais exigentes!

Couve Pak Choi

Também conhecida como bok choy, a couve pak choi é um vegetal oriental com um excelente sabor suave e adocicado que está cada vez mais presente na nossa gastronomia. Com um baixo teor calórico, é versátil a nível culinário e muito fácil de preparar.

Como consumir

– Crua

– Grelhada

– Salteada

– Cozida

– Em sopas

A saber

Esta couve é muito cultivada na China e noutros países do sudeste asiático, mas o seu cultivo começa a crescer no Ocidente. A pak choi é da mesma família do nabo e da couve chinesa.

Molho de Soja

Tempero básico em todo o Oriente, molho de soja, ou shoyu, é produzido a partir do feijão de soja, trigo e sal marinho, que são fermentados e envelhecidos em barricas de madeira

Como consumir

– Em sopas e massas

– Com vegetais, feijões e algas

– Combina com sabores doces, picantes ou ácidos

A saber

No Japão, onde é especialmente apreciado, mas também já entre nós, é possível adquirir molhos de soja com diversas intensidades de aroma e até versões light.

Miso

Utilizado há séculos no Oriente e especialmente apreciado no Japão, miso é uma pasta com um sabor mais ou menos salgado e mais ou menos doce, consoante as suas variedades.

As mais conhecidas são o mugi miso (miso de cevada), o hatcho miso (miso de soja e sal ) e o genmai miso (miso de arroz integral, que inclui o miso branco).

Como consumir

– Em sopas

– Com pratos à base de vegetais

– Para molhos, marinadas para peixes e mariscos e tempero para saladas

– Como creme para barrar

A saber

O miso é uma pasta obtida pela mistura fermentada de cevada ou arroz integral com feijão de soja, sal e uma enzima de fermentação chamada koji.

Nota: quando cozinhar com miso, este não deve ferver, para não perder qualidades.

Alga wakame

É uma alga com folhagens verdes escuras que pode atingir 1 a 3 metros de comprimento. Devido ao seu sabor e textura suaves, é uma das algas mais consumidas em todo o mundo.

No mercado encontra-se na forma seca, pelo que deve ser previamente demolhada antes de ser consumida.

Como consumir

– Em saladas e sopas

– Salteada com cebola

– Com legumes cozidos

– Com peixe assado

A saber

Rica em ácido fólico, que contribui para o processo de divisão celular, a wakame é uma boa fonte de minerais como magnésio, cálcio e ferro, sendo que todos contribuem para o normal metabolismo produtor de energia.

Ver receitas na próxima página.

 

Subscrever a nossa newsletter

Mantemos os seus dados privados e nunca os partilharemos com terceiros. Leia a nossa Política de privacidade.