Arroz – alimento básico que se adapta a pratos diversos

Alimento básico de mais de metade da população mundial, o arroz surge agora numa série de variedades, e adapta-se a pratos salgados e doces, simples ou mais complexos. Mas sempre deliciosos!

Arroz de Jasmim

De origem tailandesa, o arroz de jasmim é plantado à mão, sem recurso a químicos, sendo uma variedade organicamente completa. O seu aroma e fragrância são especiais, tanto em cru como quando cozinhado, e a sua textura é macia depois de confecionado, apresentando o grão solto.

Como consumir

– Com cogumelos e ervas

– Com camarão

– também com aves

– Com salmão

Curiosidade

Ideal para ser confecionado ao vapor, o arroz de jasmim acompanha na perfeição pratos tailandeses, ou não fosse originário desse país.

Arroz Básmati

Cultivado na Índia, Bangladesh e Paquistão, o arroz basmáti possui uma textura firme e um sabor aromático característico único.

É composto por grãos longos que ficam ainda maiores depois de cozidos, e exalam uma fragrância muito leve.

Como consumir

– Com tofu, carne e peixe

– Em saladas

– também em pudins

– e em caril de peixe

Curiosidade

O arroz basmáti é saboroso, fica sempre solto e tem um baixo índice glicémico.

Arroz Arbóreo

É um arroz tradicional italiano, de grão médio e arredondado, que tem uma enorme capacidade de absorção, tanto de líquidos como de aromas.

Ao ser cozinhado, como possui uma grande quantidade de amido, o arroz arbóreo fica cremoso, sendo o mais indicado para a preparação de risotos.

Como consumir

– Arroz-doce italiano

– Bolinhos de arroz

– Arroz pilaf (com especiarias)

Curiosidade

O nome deste arroz vem da cidade italiana de Arborio, na Planície Padana, onde é cultivado.

Arroz Selvagem

O seu nome “oficial” é Zizania, mas todos o conhecem por arroz selvagem, um grão escuro da família das gramíneas, que surge em quatro espécies diferentes, três delas originárias da América do Norte e uma da Ásia.

Em comparação aos outros arrozes, tem maior teor em fibra, menor valor energético e maior teor em proteína de alto valor biológico.

Como consumir

– Com legumes

– e com quinoa

– também com frutos secos

Curiosidade

Normalmente, este arroz é misturado com arroz vaporizado ou agulha. Ao cozinhá-lo, lembre-se de que necessita de mais água e leva mais tempo até ficar pronto.

Ver receitas na próxima página.

 

Se quiser receber no seu email os novos artigos publicados, subscreva a nossa Newsletter!

Mantemos os seus dados privados e nunca os partilharemos com terceiros.
Leia a nossa Política de privacidade.